Uma vida sem ensaios

Uma vida sem ensaios - Blog - Fred Pacheco - Banda DOM

Dias atrás fui ver o espetáculo Chaplin, o musical. Tudo fantástico. Roteiro, figurino, interpretação impecável e cuidadosa. Mas quero refletir sobre o momento em um diálogo entre os personagens Chaplin e Mack Sennet (fundador dos estúdios Keystone, e primeiro a contratar Chaplin para um filme…).

Sennet pede que Chaplin atue em uma cena para o filme, mas nada dá certo. Chaplin parece extremamente desfocado e não consegue ser engraçado como de costume. No fim, em meio a broncas, Sennet impaciente diz que se Chaplin não acertasse iria demiti-lo. Chaplin se volta para Sennet e diz: “Mas eu não estou acertando pois não entendi PORQUÊ o meu personagem está fazendo o que você me pediu para fazer”!! Era como se dissesse … Eu não sei “qual o PROPÓSITO disso.”  Para Chaplin não era sobre representar algo.

Ele não estava ali para ler um roteiro e encenar de forma superficial o que lhe haviam proposto. Ou ele seria profundo ou não seria. Ou ele entendia o propósito de sua cena, de seu personagem, ou representar não faria sentido.

Em nossa vida também é assim. Em muitos momentos vivemos a rotina cotidiana de representar cenas a vida gastando tempo lendo roteiros superficiais e tentando segui-los sem de fato entender mais profundamente qual o propósito real do que fazemos.

Quer dar valor ao que faz? Pergunte-se agora e tenha a coragem de responder PORQUÊ você faz! Dê sentido à sua luta cotidiana. Não deixe a vida passar. Aquele verso “Deixa a vida me levar” dito despretensiosamente em uma canção (e creio que a intensão do autor até não foi ruim…) não pode ser lema daquele que quer ter uma vida incrível.

E creiam: Não estou dizendo que para ter uma vida incrível seja necessário TER coisas incríveis. Não. Uma vida simples, harmoniosa, justa, honesta, com sinceros amigos e uma família que você cuide e seja cuidado será verdadeiramente incrível. Ou se preferir, incrivelmente verdadeira…  Opa … peraí … o terceiro sinal tocou. Bom espetáculo…

Faça um comentário